segunda-feira, 31 de maio de 2010

Concurso bolsa de estudos na Quanta

A Quanta Academia de Artes, unidade São Paulo, oferece bolsas de estudo para o curso de Desenho. As bolsas são destinadas apenas àqueles que nunca fizeram qualquer curso na Academia. Para concorrer basta enviar cinco desenhos para o e-mail: concursobolsa@quantaacademia.com.

No total serão três bolsas no curso de Desenho, uma em cada período de aula: Manhã, Tarde e Noite. Na inscrição, o interessado deverá preencher o período em que deseja estudar. As aulas terão início em Agosto próximo e terminará em Junho de 2011.

Àqueles selecionados, a bolsa será intransferível, ou seja, o ganhador não poderá transferi-la a terceiros. Para usufruir dos benefícios do projeto, o bolsista deverá ter, no mínimo, 70% de presença em sala de aula. Caso o bolsista exceda o limite de faltas perderá o direito a bolsa.

Quem quiser concorrer pode enviar trabalhos até o dia 14 de Julho de 2010. A lista com os nomes dos escolhidos será divulgada no dia 20 do mesmo mês.

As artes enviadas para o concurso deverão preencher os seguintes requisitos:

1 - Não serão aceitas artes copiadas de nenhum artista.
2 - As artes deverão ser enviadas em baixa resolução - até 72 DPIs e até 1024 pixels do lado maior da arte.
3 - Podem ser artes coloridas ou em preto & branco.
4 - O tema da arte é livre, podendo utilizar qualquer personagem ou estilo de desenho.
5 - As artes deverão ser enviadas dentro do prazo limite estipulado (em hipótese alguma serão aceitos trabalhos enviados fora do prazo).
6 - Só serão aceitas as artes enviadas pelo e-mail divulgado acima.
7 - O interessado deverá preencher a ficha de inscrição corretamente e enviá-la junto com as artes.

As artes enviadas serão analisadas pela equipe de Coordenação da Quanta, supervisionada pelo diretor da Academia: Marcelo Campos.

Mais informações pelo site da Academia aqui.

FONTE: BIGORNA

domingo, 30 de maio de 2010

Quino em crise


Última tira da personagem Mafalda, de 1973

Em entrevista à Folha, artista fala da pausa criativa e lança olhar melancó lico sobre o mundo

TARSO ARAUJO
DE SÃO PAULO

"Não gosto de matérias jornalísticas. E me sinto um idiota posando para fotos. Mas como estão saindo esses livros aí, achei que deveria fazer", diz o cartunista argentino Quino à Folha, por telefone, de Buenos Aires.

Os livros que fizeram Joaquín Salvador Lavado -o nome que consta no RG de Quino- deixar de lado sua reticência a entrevistas são coletâneas de cartuns publicados após 1973, ano da "morte" da Mafalda, sua mais célebre personagem.

Os volumes são "Humanos Nascemos" (1991) e "Que Presente Inapresentável" (2004). Nesta semana, chega às livrarias do país "10 Anos com Mafalda" (Martins Fontes, R$ 45, 190 págs.)
A tradução em português desta coletânea de tiras está separada por assunto e tem textos inéditos de Quino, introdutórios a cada bloco.

Embora tenha projetado Quino internacionalmente, Mafalda é "apenas uma mínima parte" de sua carreira, como ele diz. Foram 55 anos de uma intensa produção, que ele decidiu suspender em abril do ano passado.

Aos 77, ele diz que cogita voltar a criar, mas não estabelece prazo para enfrentar de novo a angústia de preencher o papel branco. Quino é avesso ao computador, que afirma não usar.
As coletâneas agora lançadas deixam claro que, se na Mafalda Quino tinha a figura infantil para amenizar a seriedade dos temas -corrupção, opressão etc.-, nas obras posteriores seu humor ganha um ar tão grave que quase perde a graça.
Há um tom de desilusão sob o olhar de quem passou mais de cinco décadas apontando os problemas do mundo e só os viu crescer.

Mundo vai mal e humoristas são "raça em extinção", afirma Quino

Em tom desiludido, criador de Mafalda diz que quer voltar a desenhar, mas não sabe quando

Para autor, humoristas tendem a se repetir enquanto tratarem da sociedade, que pouco mudou com o tempo

Folha.com

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Memória do gibi é destaque em biblioteca de Salvador


A seção de leitura Memória do Gibi foi inaugurada, no mês passado, na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (Praça Almeida Couto, s/n, Nazaré, Salvador/BA).

Com um arquivo composto por mais de mil títulos de revistas em quadrinhos, a seção disponibiliza desde gibis raros e antigos, como O Tico-Tico, Príncipe Valente, Cirandinha e Almanaque Gigante, até os atuais, incluindo da Disney e Turma da Mônica, todos em edições nacionais.

Como não são permitidos empréstimos das publicações, os interessados deverão agendar uma visita - pelo telefone begin_of_the_skype_highlighting (71) 3117-1433 end_of_the_skype_highlighting - para leitura na biblioteca.

FONTE: UNIVERSO HQ

XVII Salão Nacional de Humor de Ribeirão Preto abre inscrições

Estão abertas, até o dia 18 de junho, as inscrições para o XVII Salão Nacional de Humor de Ribeirão Preto (SP), realizado pela prefeitura do município. A seleção e premiação dos inscritos será no dia 25 de junho. Podem participar artistas gráficos brasileiros dentro das categorias charge, cartum e caricatura. Serão conferidos seis premiações em dinheiro, duas em cada categoria, variando entre os valores de R$ 1.000,00 e R$ 2.000,00 reais.

O Salão tem abertura programada para o dia 20 de julho e permanecerá a disposição do público, para visitação, até o dia 10 de agosto deste ano. A exposição estará montada no Ribeirão Shopping.

Mais informações no site da prefeitura de Ribeirão Preto aqui. Neste link você confere, na integra, o regulamento do Salão.

FONTE: BIGORNA

Quadrinhos contra a pirataria na internet

O governo indiano entrou na briga contra a pirataria na internet, numa parceria com as indústrias cinematográficas dos Estados Unidos (Hollywood) e da Índia (Bollywood), lançando uma revista em quadrinhos cujo objetivo é ensinar as crianças a não fazer download de filmes na grande rede.

Em Escape from Terror Byte City, produzida em inglês e híndi, dois garotos baixam ilegalmente o filme Transformers. Imediatamente após o download, eles são sugados para o ciberespaço e vão parar no mundo virtual de Terror Byte, onde conhecem os defensores da internet segura, são alertados sobre a prática da pirataria e ganham superpoderes para combater um ataque de vírus.

A HQ está sendo distribuída em escolas da Índia e pode ser lida gratuitamente (em inglês) clicando aqui.

FONTE: UNIVERSO HQ

Jô Oliveira no Sábados da Memória das Artes Gráficas


Amanhã, sábado, dia 28, quem participará no projeto Sábados da Memória das Artes Gráficas é o artista Jô Oliveira. Como nos outros finais de semana, Jô irá gravar um depoimento sobre sua atuação gráfica e deixar a marca de sua mão numa lajota de concreto, que será aplicada num totem da fama dentro da Biblioteca.

O evento, mediado por Marcelo Alencar, terá início as 14hs, na Biblioteca de São Paulo, no Parque da Juventude, na Av. Cruzeiro do Sul, 2630 – Santana – São Paulo (SP). Informações pelo telefone: begin_of_the_skype_highlighting (11) 2089-0800 end_of_the_skype_highlighting, ou pelo site da biblioteca, aqui.(11) 2089-0800

FONTE: BIGORNA

A Copa do Mundo invade os quadrinhos


Não é novidade que em ano de Copa do Mundo o planeta respira futebol e todos os segmentos da mídia do entretenimento se valem do "esporte bretão" para chamar atenção e incrementar o faturamento.

Em 2010, não está sendo diferente, principalmente nos quadrinhos. Vários países vêm produzindo gibis com HQs sobre o tema.

No Brasil, a Editora Abril segue desde janeiro com histórias de futebol nas revistas mensais da Disney, até o próximo mês de julho, e mais recentemente o álbum de figurinhas Copa Disney 2010. E a Panini Comics vem com a garotada do Bairro do Limoeiro, lançando Almanaque Temático # 14 - Cascão: Futebol, Mauricio Apresenta # 9 - Turma da Mônica em Todas as Copas do Mundo e Saiba Mais! Turma da Mônica # 33 - Futebol.

A Espanha, dentre outras publicações "ludopédicas", atacou no início do ano com Força Barça! - Héroes de la Masía, edição especial da Panini sobre o time do Barcelona, atualmente uma das melhores equipes de futebol do mundo.

Além da história vitoriosa do Barcelona, desde sua fundação até o título do campeonato espanhol do ano passado, o gibi narra, por meio de flashback dos protagonistas, a trajetória de Messi, Pedro, Iniesta, Xavi, Puyol, Piqué, Bojan e o técnico Guardiola (ex-jogador do time catalão), todos "pratas da casa".

No mês passado, foi a vez de os gibis italianos da Disney - sempre afeitos a homenagens aos artistas da bola - levarem Kaká, Ronaldinho Gaúcho, Trezeguet, Buffon, Júlio César e Totti - ou melhor, Quá-Quá, Paperinho, Trezequack, Tuffon, Giulio Cesare Ottaviano Augusto e Papertotti - para a revista Topolino # 2838, numa aventura especial ao lado do Pato Donald e de outros integrantes da Família Pato.

A HQ também apresenta uma versão do técnico da Internazionale de Milão, o português José Mourinho, rebatizado como "O Grande Mou", especialista em futebol virtual. Craques do passado também fazem um aponta na aventura, como o argentino Maradona e o francês Michel Platini, agora chamados de Maradi e Platino, respectivamente.

Os jogadores e o técnico da seleção japonesa também ganharam, literalmente, uma grande homenagem. Graças à Adidas Japan, que lançou o Sky Comic Project, nada menos que um mangá com 13 páginas e 25 metros de comprimento, protagonizado pelos atletas da equipe do Japão.

A gigantesca revista em quadrinhos foi exposta nesta semana nos arredores do aeroporto da cidade de Haneda.

Mas a bola da vez são os jogadores Teko Modise e Steven Pienaar, meias da seleção da África do Sul. Ambos viraram personagens de seu próprio livro biográfico em quadrinhos, que inclui ainda uma aventura fictícia e está sendo distribuído neste mês em Johanesburgo, uma das cidades-sedes da próxima Copa do Mundo.

Na mesma coleção, o ex-jogador sul-africano Lucas Radebe - campeão da Copa das Nações Africanas em 1996 e integrante da equipe que participou das Copas do Mundo de 1998 e 2002 - é um dos protagonistas.

Dentre as publicações regulares, Ronaldinho Gaúcho, da galeria da Turma da Mônica, continua mensalmente invadindo a área, no Brasil e em outros países. Em junho, o gibi ganhará sua primeira edição especial brasileira.

Com tanto material disponível, os fãs de futebol e quadrinhos estão mesmo com a bola cheia.

FONTE: UNIVERSO HQ

Gabriel Bá transforma romancistas brasileiros em personagens de HQ

O site Comics Alliance publicou com exclusividade o preview de "Fiction", nova história do brasileiro Gabriel Bá que sairá na antologia Dark Horse Presents, publicada no MySpace.

No conto inédito, Bá transporta para os quadrinhos os romancistas brasileiros Joca Reiners Terron - com product placement de seu último livro, Do Fundo do Poço se vê a Lua -, Marcelino Freire e Milton Hatoum. Hatoum e Terron ainda aparecem palestrando na Festa Literária Internacional de Paraty, para aumentar a "brasilidade" da história.

A HQ de apenas oito páginas pode ser lida completa no Comics Alliance. A publicação oficial sai na Dark Horse Presents 35 (penúltima da série), que entra no MySpace em 2 de junho.

FONTE: OMELETE

5º HQ Gol em São Paulo


No próximo domingo, dia 30, haverá o 5º HQ Gol – uma pelada entre quadrinistas, editores, jornalistas, pesquisadores, ou qualquer outro que exerça atividades relacionadas aos Quadrinhos. Desde que haja essa co-relação, entre jogador/HQ, pode-se participar. Para tanto, basta enviar email, twitter ou entrar em contato por telefone (11 - 8234-4392) com o roteirista e editor Daniel Esteves.

O jogo será entre as 13:30 e 16hs, no Esporte Clube Vila Mariana, no Ginásio Givanildo Bittencourt (o popular GIBIZÃO), na Rua Domingos de Moraes, 1768 B, a 500 metros do metrô Vila Mariana, em São Paulo, capital. O valor total, de R$ 200,00, será dividido entre os participantes. O convite se estende também a quem não pretende suar a camisa, podendo apreciar a pelada quadrada da cantina do ginásio.

FONTE: BIGORNA

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Novos volumes de Y e Fábulas pela Panini


Duas premiadas séries do selo Vertigo ganham novos volumes em breve pela Panini Comics. Para este mês, a editora programa Y - O Último Homem: Ciclos, segundo volume da série vencedora de três prêmios Eisner, escrita por Brian K. Vaughan (Ex Machina, Leões de Bagdá) e ilustrada por Pia Guerra. Na história, o planeta Terra mudou para sempre. Todos os seres com um cromossomo Y morreram instantaneamente ao redor do globo. Todos menos Yorick Brown e seu macaco de estimação, Ampersand. Como os últimos representantes do sexo masculino no planeta, Yorick e seu macaco têm o destino da humanidade em suas mãos.

Para garantir o futuro da espécie, eles se uniram a uma agente do governo e a uma bioengenheira especializada em clonagem para descobrir o segredo por trás da praga. Mas enquanto eles atravessam um país radicalmente transformado, as Filhas das Amazonas - um grupo de feministas que odeia o sexo masculino - estão em seu encalço para acabar com o último homem e a herança do patriarcado sobre a Mãe Terra. E elas não são as únicas: soldados israelenses sabem da existência de Yorick e também estão atrás do Último Homem.

Y - O Último Homem: Ciclos tem 132 páginas em formato americano e tem preço previsto de R$ 16,90. As histórias foram publicadas originalmente nas edições #6 a 10 de Y: The Last Man.

Em junho é a vez de Fábulas: Os Ventos da Mudança, quinto volume - o segundo pela Panini - da série criada por Bill Willingham. Neste novo álbum, os ventos da mudança estão sendo sentidos por toda a Cidade das Fábulas. Mesmo com a vitória contra os invasores do Adversário, os desafios não terminaram. Uma eleição está prestes a acontecer e, pela primeira vez, Rei Cole tem um concorrente. O Príncipe Encantado quer o cargo para si e prometerá o impossível para vencer. Enquanto isso, Branca de Neve prepara-se para entrar em trabalho de parto e os prisioneiros da batalha são interrogados. Para Bigby Lobo, os ventos trazem recordações do passado e a lembrança de uma missão e de uma dura batalha contra um monstro no tempo de uma guerra muito maior que a Batalha da Cidade das Fábulas. E ainda: Cinderela revela para quem secretamente trabalha.

Com arte de Mark Buckingham, Steve Leialoha, Tony Akins e Jimmy Palmiotti, o volume traz as edições publicadas originalmente em Fables #22 e 28 a 33, totalizando três arcos de histórias, em 172 páginas. O preço previsto é de R$ 24,90.

A saga de Y: O Último Homem apresenta um mundo onde todos os machos, de todas as espécies, ou seja, todos que têm o cromossomo Y do título, morreram graças a uma misteriosa praga. As exceções são o jovem Yorick Brown, protagonista da história, e seu macaco de estimação, Ampersend. Agora, Yorick encara um mundo diferente, só de mulheres, e a responsabilidade de ser provavelmente a única esperança de sobrevivência da humanidade. A HQ, criada por Brian K. Vaughan e Pia Guerra, foi publicada nos EUA pelo selo Vertigo da DC Comics. No Brasil o título foi iniciado pela Opera Graphica e pela Pixel Media, atualmente estando nas mãos da Panini Comics.

Fábulas é uma criação de Bill Willingham, trazendo uma releitura dos personagens de contos de fadas, como Branca de Neve e o Lobo Mau. Após um tirano, conhecido como O Adversário, tomar o poder nas Terras Natais, onde as Fábulas residiam, os descontentes são obrigados a se refugiar no nosso mundo, vivendo disfarçados no meio das pessoas normais. No Brasil, o começo da série foi publicado em três encadernados pela Devir e depois pela Pixel Media em uma minissérie e nas revistas Pixel Magazine e Fábulas Pixel. Recentemente a Panini Comics retomou a publicação da série.

A Panini Comics é uma editora italiana com filial no Brasil. Tem contrato internacional de exclusividade com a Marvel Comics, podendo publicar seus títulos em todos os países em que está espalhada. No Brasil, também tem direitos de exclusividade com a DC Comics e publica desde o início de 2007 os títulos da Turma da Mônica, personagens criados por Mauricio de Sousa. Publica também mangás e outros materiais de editoras americanas e europeias.

FONTE: HQ MANIACS

Exposição Craques do Cartum na Copa


No dia 1º de junho em São Paulo e no dia 7 do mesmo mês no Rio de Janeiro, ocorre a exposição Craques do Cartum na Copa, no Centro Cultural Banco do Brasil. A exposição conta com trabalhos originais de charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos, todos com o tema futebol, realizados por grandes nomes das artes gráficas brasileiras. São onze os que compõem o time de cartunistas: Cárcamo, Chico Caruso, Dalcio, Fernandes, Gustavo Duarte, Henfil, Maurício de Sousa, Miécio Caffé, Otávio, Paulo Caruso e Ziraldo.

Em São Paulo haverá show de stand up com a dupla Rogério Vilela e Tortorelli. É preciso confirmar presença para a visitação. Em São Paulo o telefone de contato é: 011 3113 3600 begin_of_the_skype_highlighting 011 3113 3600 end_of_the_skype_highlighting. No Rio de Janeiro: tel 021 3808 2020 begin_of_the_skype_highlighting 021 3808 2020 end_of_the_skype_highlighting. O Centro Cultural Banco do Brasil SP fica na Rua Álvares Penteado, 112 - Centro – SP; já o Centro Cultural Banco do Brasil RJ, na Rua Primeiro de Março, 66 - Centro – RJ. Ambas as exposições estarão abertas a partir das 20hs.

FONTE: BIGORNA

quarta-feira, 26 de maio de 2010

SOQ! # 1 disponível para download


ABAS (Associação Brasileira de Arte Sequencial) disponibilizou para download, em seu site, o primeiro número da revista SOQ! – Só Quadrinhos.

São cinquenta páginas de perfis e entrevistas com os artistas do traço que já fazem parte da ABAS, além de quatro HQs completas.

Para baixar o arquivo em pdf, clique aqui.

FONTE: GHQ

Curiosidade: Tabela Periódica dos elementos da ficção


Clique na imagem para ampliar!

CONCURSO CULTURAL - INSCRIÇÕES PRORROGADAS ATÉ 26 DE JUNHO


As inscrições para o “4º Concurso Cultural da Turma do Gabi Desenho” foram prorrogadas até o dia 26 de Junho. Este ano o “tema é livre” para a elaboração dos desenhos. Podem participar crianças e jovens de todo o país com idade de 9 a 14 anos. Os desenhos devem ser feitos em A-4 (Ofício) e enviados para o Casarão Cultural Pau Preto: Rua Pedro Gonçalves, 477, Jardim Pau Preto, CEP: 13.330-210, Indaiatuba, SP.

A premiação para os três melhores trabalhos será um MP3 e um kit de revistas e livros da Turma doGabi (Editoras EMT e Júpiter II). A exposição com os trabalhos selecionados estará acontecendo de 01 a 31 de Julho no Casarão Cultural. A realização é doEMT Estúdio Moacir Torres e com o Apoio da Fundação Pró-Memória ePrefeitura Municipal de Indaiatuba. Veja o regulamento no site:www.turmadogabi.blogspot.com. Maiores informações: (19) 3875-8383 – 3834-6319. Participe!

terça-feira, 25 de maio de 2010

SÓ MAFALDA SALVA

O primeiro livro que meu marido, Ricardo, leu sozinho continha uma compilação das tiras de Mafalda, a inesquecível e contestadora menina criada pelo argentino Quino. Para mim, ela é uma amiga de Emília, de Lobato, pronta e ávida por fazer perguntas, mesmo que as respostas não venham a tempo. Afinal, o que estas crianças nos lembram sempre? Que não podemos parar de fazer perguntas!

Bem, não sei se era exatamente uma leitura para ele ler criança, lá nos seus 6, 7 anos... Mas que funcionou, funcionou. Explico: o que ficou nele foi a lembrança de ele e a mãe juntos e a conquista de ler sozinho pela primeira vez! É assim que Mafalda faz parte do desenvolvimento do Ricardo. Do desenvolvimento e de sua história.

E é ela, Mafalda, que está em nossa cabeceira. Ele e eu revezamos a releitura das tiras com excelentes sacadas, daquelas que me fazem parar e pensar e ficar nelas por vários minutos. E como são atuais! Coincidência ou não, a WMFMartins Fontes está lançando outros dois livros de Quino, como Humanos Nascemos, com a mesma ironia e precisão na crítica à sociedade. E não é para isso que aprendemos as letras? Para ler melhor o mundo em que estamos?

Semana passada, em uma excelente conversa com a especialista Silvia Oberg, responsável pela indicação dos livros das bibliotecas municipais de São Paulo, nós também falamos de irreverência, de politicamente correto, do jeito de tratar a criança. Do jeito que a criança merece ser tratada por um texto ou ilustração. E, claro, falamos de Monteiro Lobato, que escancara ao leitor desde a primeira obra a vida como ela é. Fala de guerra, de compaixão, de solidariedade, de ciúmes... ao mesmo tempo em que fala de fantasia, de possibilidades. E é por este respeito à criança que vamos lembrar destes autores a vida toda.

Cristiane Rogerio é editora de Educação e Cultura da Crescer e adora se perder entre os livros.

FONTE: REVISTA CRESCER

Resgate da desenhista Jackie Ormes em destaque no Museum do Cartum


O Museu do Cartum, que tem sede em São Francisco, na Califórnia, convidou a autora do livro Jackie Ormes: a primeira desenhista afro-americana, Nancy Goldstein, para apresentar slides de histórias em quadrinhos e animações da quase esquecida desenhista.

Jackie Ormes (1911-1985) desenhou mulheres negras de forma sofisticada, inteligente e sincera, indo de encontro aos estereótipos dos quadrinhos das décadas de 1940 e 50.

Goldstein conta que estava fazendo uma pesquisa sobre a boneca Patty-Jo, a qual era baseada numa personagem de Ormes, e ficou encantada com a forma como ela desenhava suas personagens, além das severas críticas sócio-políticas em suas tramas.

O livro Jackie Ormes: a primeira desenhista afro-americana foi publicado em 2008 e no mesmo ano foi nomeado pelo Rol da Associação das Bibliotecas Americanas como uma das dez melhores biografias do ano e foi apontado como o melhor livro de 2008, pelo jornal Village Voice.

A apresentação de Nancy Goldstein será dia 15 de junho, às 19:00 horas.

O Museu do Cartum avisa que aceita doação de cinco dólares para o evento.

FONTE: GHQ

Resultado final do 4º Concurso de Ilustração da Folha


O jornal Folha de São Paulo divulgou na sexta passada, dia 21, o resultado de seu último Concurso de Ilustração (divulgado aqui). O vencedor foi o paulistano Danilo Bressiani Zamboni, de 23 anos, estudante de arquitetura e urbanismo. A história de Danilo narra, de maneira surreal e dramática, o fim do mundo. A categoria inscrita pelo estudante foi a de quadrinhos. Como previsto no edital do concurso, agora Danilo terá um contrato de três meses como colaborador do jornal.

Além de quadrinhos, foram premiados outros artistas nas categorias cartum, charge, ilustração e caricatura. No total foram 1.047 inscritos na competição.

Para conferir todos os ganhadores clique aqui.

FONTE: BIGORNA

Turma da Mônica em clima de Copa do Mundo

Em maio, dois lançamentos da Turma da Mônica, com distribuição nacional, preparam os leitores para o maior evento do futebol mundial, a Copa do Mundo da África do Sul, que acontecerá no próximo mês.

Mauricio Apresenta # 9 - Turma da Mônica em Todas as Copas do Mundo - Parte 1 (formato 19 x 27,5 cm, 64 páginas, R$ 7,90) chega com uma HQ inédita - na qual a história do torneio é relacionada aos antepassados da garotada do Bairro do Limoeiro - cuja conclusão será em junho, em Mauricio Apresenta # 10.

A edição traz ainda curiosidades sobre o evento esportivo e a tabela de jogos do Mundial da África do Sul.

E em Saiba Mais! Turma da Mônica # 33 - Futebol (formato 19 x 27,5 cm, 32 páginas, R$ 5,70) -, Cebolinha e a menina dentuça ouvem da própria bola a história do "esporte bretão".

Completando a edição, passatempos, curiosidades e, de brinde, um jogo de futebol de dedo para recortar, montar e se divertir.

Ambos os lançamentos são da Panini Comics.

FONTE: UNIVERSO HQ

domingo, 23 de maio de 2010

VI Encontro de Literatura Infantil e Juvenil

Nos dias 13, 14 e 15 de julho de 2010, acontecerá, na Faculdade de Letras de UFRJ (Ilha do Fundão), das 9h às 17h, o VI Encontro de Literatura Infantil e Juvenil: Percursos de leitura. Durante o evento, haverá conferências, mesas-redondas, minicursos, maratona de histórias e atividades culturais com renomados pesquisadores, escritores e ilustradores. O objetivo do VI Encontro é a formação discente e a capacitação docente, por meio de debates teóricos e propostas pedagógicas, visando à conscientização do (futuro) profissional de Letras, Artes, Educação, Música, História e áreas afins para a importância de leitura e do estímulo ao prazer de ler, com base em obras literárias de qualidade.

Público alvo: professores de ensino fundamental e médio; alunos de graduação e pós-graduação de Letras, Educação, Música, História, Belas Artes e áreas afins; pessoas interessadas em literatura infantil e juvenil.

Inscrições (VAGAS LIMITADAS): Durante o VI Encontro de Literatura Infantil e Juvenil, será lançado o livro Literatura infantil e juvenil na prática docente, organizado pelas professoras Georgina Martins, Rosa Gens e Leonor Werneck dos Santos. Os inscritos que desejarem adquirir o livro com desconto especial devem optar pelo valor “Inscrição + livro”, e receberão o livro com o material do evento.

Como se inscrever:
Preencher formulário de inscrição no site do evento(o envio é automático), efetuar o depósito(ver valores abaixo)e enviar cópia do comprovante (com nome e e-mail de contato) para o e-mail contato@literaturainfantilejuvenil.com.br

Depósito: Conta de Poupança Banco do Brasil, Agência 3652-8, número 41460-3, variação 01 (Titular: Rosa Maria de Carvalho Gens). Mai informações no site: www.literaturainfantilejuvenil.com.br/index.html

Sobre o curso de Especialzação em Literatura Infantil e Juvenil

O Curso de Especialização
em Literatura Infantil e Juvenil foi criado pela professora Glória Pondé, em 1989, e congregou como docentes, nos primeiros anos, as professoras Eliane Yunes, Francisca Nóbrega e Maria Elizabeth de Vasconcellos, entre outras. O Curso
surgiu da necessidade permanente de pesquisar, interpretar e divulgar a literatura produzida para crianças e jovens, enfocando aspectos culturais, pedagógicos e sociais. Seus objetivos concentram-se na formação discente e na capacitação docente, visando à reflexão do profissional de Letras, Educação, Artes e áreas afins sobre a importância da leitura.

Como desdobramento do curso, são organizados com freqüência Cursos de Extensão, Encontros de LIJ e Jornadas, para promover o diálogo entre instituições e divulgar a produção cultural e acadêmica de ex-alunos e pesquisadores da área. No momento, cerca de vinte pesquisadores participam do Curso de Especialização em Literatura Infantil e Juvenil. Pertencem a diferentes linhas de reflexão sobre literatura e ligam-se a diferentes departamentos da Faculdade de Letras da UFRJ e mesmo a outras Unidades. O Grupo se reúne na Sala Glória Ponde (D-218) da Faculdade de Letras da UFRJ.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Peça Lendas Japonesas homenageia Claudio Seto


Está em cartaz a peça teatral "Lendas Japonesas", inspirada no livro de Lendas Japonesas de autoria de Claudio Seto, falecido em 2008. A peça é exibida no teatro Regina Vogue do Shooping Estação, em Curitiba.

O Grupo Camelo, que encena a peça, mescla cultura oriental com o característico jeito brasileiro dando uma cara original ao espetáculo infantil, que estreou dia 15 de maio. A peça foi realizada em homenagem a Seto, quadrinhista, multiartista nikkei e grande divulgador da cultura nipônica. Nela, é narrada a história de um menino em busca do próprio destino. Apenas seus gatos fazem companhia a ele nessa caminhada envolta de fantásticas lendas japonesas. “A realização deste espetáculo apresenta a cultura oriental, mas já com algumas mesclas com a cultura brasileira procurando não apenas despertar o interesse das crianças para o universo japonês, mas também demonstrar como a miscigenação cultural enriquece a realidade brasileira”, explica Patrícia Kamis, autora do texto.

“Lendas Japonesas” fica em cartaz de 15 de maio a 19 de junho, sempre aos sábados e domingos às 16h no Espaço Teatro Regina Vogue. Mais informações podem ser obtidas nos telefones: 2101-8292 ou 99756048.

Serviço:

Lendas Japonesas
Grupo Camelo
Texto: Patrícia Kamis
Direção: Pretto Galiotto
Elenco: Guilherme Fernandes, Léa Albuquerque, Patrícia Kamis, Tarciso Fialho, Tiago Luz.
Data: 15 de maio a 19 de junho. (sábados e domingos)
Horário: 16h
Local: Espaço Teatro Regina Vogue (no 2º andar do Shopping Estação)
Ingresso: R$14 e R$7
Idade recomendada: Todas as idades

FONTE: BIGORNA

"A História das Histórias em Quadrinhos" é uma das atrações da Virada Cultural Paulista em Indaiatuba


Durante a programação da Virada Cultural Paulista, evento promovido pela Secretaria de Estado da Cultura em 22 e 23 de maio, Indaiatuba receberá a exposição “A História das Histórias em Quadrinhos”. A mostra chega à cidade por meio de uma parceria entre a Secretaria do Estado da Cultura e o Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) com a Unidade de Fomento e Difusão de Produção Cultural (UFDPC) e a Prefeitura. Montada pelo especialista Álvaro Moyá, destaca a trajetória dos quadrinhos nacionais e internacionais e apresenta os personagens mais famosos entre os colecionadores.

Na exposição, o autor relaciona a produção artística de todas as HQs ao contexto histórico que originou sua criação, caracteriza os detalhes de traços e os argumentos usados pelos desenhistas na concepção de seu trabalho, além de mostrar a expansão comercial que os quadrinhos obtiveram ao longo do tempo e fez com que, de tiras de jornais, se transformassem em revistas próprias e em muitas outras mercadorias.

A exposição fica em cartaz durante a Virada Cultural Paulista (22 e 23/05) no Centro Cultural Wanderley Peres (praça Dom Pedro II, s/nº - centro). A entrada é gratuita.

Sistema Estadual de Museus
O SISEM-SP reúne e articula todos os museus do Estado em busca de promover o desenvolvimento e fortalecimento institucional. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria de Estado da Cultura (UPPM) e atualmente reúne cerca 502 equipamentos, entre públicos e privados, em 159 cidades. Entre as principais ações do SISEM, está a realização de exposições itinerantes e de estudos detalhados sobre cada museu e sobre as cidades onde estão localizados. O SISEM promove, ainda, diversas atividades locais, como programas de formação, capacitação e aperfeiçoamento técnico de funcionários, além de convênios entre os museus do Estado e instituições nacionais e internacionais, com o objetivo de aprimorar e valorizar as instituições e seus acervos.

Virada Cultural Paulista
A Virada Cultural Paulista, realizada pela Secretaria de Estado da Cultura, é o maior evento cultural do interior e litoral de São Paulo, reunindo, atualmente, 29 cidades. Lançada em 2007, seguindo o modelo da Virada Cultural da capital, a Virada Cultural Paulista tem para 2010 a expectativa de reunir mais 1,5 milhões de pessoas em mais de 700 atrações. Com uma programação variada e gratuita, o evento leva para o público espetáculos de dança, peças de teatro, shows e, pela primeira vez, exposições.

As cidades que recebem a Virada Cultural Paulista em 2010 são: Araçatuba, Araraquara, Assis, Bauru, Caraguatatuba, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santa Bárbara d'Oeste, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e, na Região Metropolitana da Baixada Santista, Santos, Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande e São Vicente.

Serviço:
“História das Histórias em Quadrinhos”
Período: de 22/05 a 29/06/2010
Horário especial durante a Virada Cultural Paulista: dia 22/05 (sábado), abertura às 20h; domingo (23/05), das 8h às 17h
Local: Centro Cultural Wanderley Peres (praça Dom Pedro II, s/nº - centro – Indaiatuba-SP)
Horário: de terça a sexta, das 8h às 17h
Entrada: gratuita
Informações: (19) 3834-9000 begin_of_the_skype_highlighting (19) 3834-9000

FONTE: JORNAL REPÚBLICA


Em alta, astros do Barcelona viram personagens de história em quadrinhos


A fama das estrelas do Barcelona é tão grande que extrapola os limites do campo. Em estratégia para conquistar ainda mais torcedores, o clube catalão lançou uma revista em quadrinhos. O ‘Héroes de la Masía’ conta a trajetória dos astros do clube catalão, desde as categorias de base até a equipe principal do clube. A publicação, feita em parceria com a Panini, é dirigida ao público infantil.

Messi, Iniesta, Xavi, Puyol, Valdés, Bojan, Pedro, Piqué e o treinador e antes jogador, Josep Guardiola, são os protagonistas da história. Todos eles foram formados por La Masía, renomada academia de jovens jogadores do Barcelona. A história começa com a celebração do título da Liga dos Campeões do ano passado. O avião de volta a Barcelona é o palco do início da história em quadrinhos.

Guardiola recorda sua infância e anima os outros personagens a contarem sobre suas histórias até a conquista do título continental, em cima do Manchester United, em Roma. A trajetória dos jogadores da base da equipe são contadas através de flashbacks, que apontam as dificuldades que os astros atravessaram, o desejo de alcançar os seus sonhos e a humildade de uma equipe com “qualidade humana”.

Os desenhos seguem a linha das histórias com super-heróis e mostram a camisa ‘azulgrana’ com regularidade. Os quadrinhos planejam inspirar crianças a seguirem os caminhos de seus ídolos com a mensagem de que esses heróis não têm nada de ficção e que um dia brilhavam no Camp Nou somente em seus sonhos.

Outros craques em quadrinhos

A estratégia de levar jogadores do campo para os quadrinhos não é nova. Ídolo da torcida do clube catalão, Ronaldinho Gaúcho também virou protagonista de histórias nos gibis brasileiros. Através dos desenhos de Mauricio de Sousa, o meia marcou presença na Turma da Mônica.

Agora jogador do Milan, Ronaldinho também deu vida a outro personagem da história em quadrinhos. Em companhia de outros brasileiros, como Kaká e Júlio César, a estrela ‘participou’ de uma das aventuras de Pato Donald, em uma criação da Disney, na Itália.

No enredo, os jogadores ganham novos nomes. Kaká, por exemplo, é 'Qua-Qua'. Ronaldinho Gaúcho é 'Paperinho', numa brincadeira feita com o nome do Pato Donald, conhecido como 'Paperino' em italiano. E o goleiro Júlio César se chama "Giulio Cesare Ottaviano Augusto" nos quadrinhos.

Em tempos de Copa do Mundo, Pato Donald e seus amigos se encontram com o técnico da Inter, José Mourinho, que é chamado de 'O Grande Mou', o mais importante especialista de futebol virtual desde a pré-história até os dias atuais. Até antigos craques, como 'Maradi' (Diego Maradona) e 'Platino' (Michel Platini), aparecem na história, também direcionada às crianças.

FONTE: UOL ESPORTE

Para as aulas de história ficarem mais divertidas


Enquanto o debate da Bienal de Belo Horizonte será em torno da adaptação de clássicos da literatura brasileira para as histórias em quadrinhos, a Companhia Editora Nacionalobras da literatura mundial, também de olho no público jovem e no programa federal de aquisição de livros para bibliotecas escolares.
investe no filão lançando

Ao todo, a editora fundada por Monteiro Lobato chega a 15 livros, sendo dois de autores brasileiros: O Alienista (de Machado de Assis) e O Triste Fim de Policarpo Quaresma (de Lima Barreto), ambos ilustrados pelo pernambucano Lailson de Holanda Cavalcanti. Mas ele é exceção. Tanto os álbuns anteriores quanto os cinco novos lançamentos são adaptados por artistas estrangeiros como Fiona Macdonald (Frankenstein e O médico e o monstro), Jim Pipe (Os três mosqueteiros e O homem da máscara de ferro) e Stephen Haynes (Macbeth).

O diferencial dessa coleção está no material didático adicional (contexto histórico, mapas dos lugares em que a história acontece, eventos importantes ligados ao tema e as versões feitas para o cinema e TV) que podem ser utilizados por professores de história, por exemplo. A única coisa estranha é que as legendas ficam embaixo dos quadros, e não em cima, o que poderia ter sido modificado na tradução para a versão brasileira. As cinco novas publicações têm 48 páginas e custam R$ 23,00 cada.


FONTE: JB ONLINE

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Anime Friends promoverá o 1º São Paulo Comic Fair


Durante os dias 9, 10, 11, 15, 16, 17 e 18 de julho, São Paulo receberá o Anime Friends 2010, com diversas atrações para os fãs de animês, mangás e cultura nerd. Uma delas é a 1ª São Paulo Comic Fair, voltada apenas para os quadrinhos em geral.

Dentre as outras atrações está a presença do Grupo Comics Cosplay Brasil, com apresentações de pessoas fantasiadas de personagens dos quadrinhos de super-heróis; a feira Fanzine Expo, com espaço para fanzines e quadrinhos independentes; workshops e palestras variadas.

O evento terá ainda uma loja da Comix Book Shop, que praticará descontos especiais.

E os organizadores prometem ainda um Comic Lounge, para os leitores se recostarem e apreciarem suas recentes aquisições.

Para mais informações, acesse o site da São Paulo Comic Fair e do Anime Friends.

FONTE: UNIVERSO HQ

Ciência desvenda segredos da teia de aranha


Se o Homem-Aranha existisse de verdade, estaria furioso. Além de todas as agruras de sua vida após novos e complicados dias, o jovem cientista ainda teria mantido segredo, por décadas, de sua principal descoberta: como produzir uma teia de aranha artificialmente. Mas a ciência não dá trégua e, agora, as portas estão abertas para que, na vida real, isso seja possível.

A revista Nature desta semana traz um estudo, feito por cientistas das universidades Complutense de Madrid, de Oslo e de Uppsala, sobre a estrutura 3D do chamado "domínio N-Terminal" das proteínas componentes da teia das aranhas.

Parece complicado, mas é relativamente simples. Esses pesquisadores descobriram que as moléculas da proteína da teia organizam-se até formar uma espécie de cristal líquido, à medida que avançam ao longo de uma glândula localizada no abdômen da aranha. Ao sair desta glândula, este cristal se torna o que se conhece por teia.

Quando Stan Lee e Steve Ditko criaram o super-herói, em 1962, certamente não imaginavam o quão corretos estavam sobre o poder da teia aracnídea.

Segundo o jornal português Diário de Notícias, as fibras da teia são muito mais resistentes do que um cabo de aço de grossura semelhante e com elasticidade muito maior, podendo esticar até 135% do seu comprimento original sem se quebrar. As aplicações futuras deste material, se corretamente sintetizado, são enormes.

Seria uma pena se o pobre Peter Parker realmente existisse. Afinal, além de ter um de seus maiores segredos desvendados, não ganharia um tostão pela descoberta.

FONTE: UNIVERSO HQ

quarta-feira, 19 de maio de 2010

EXPO “ANGELO AGOSTINI INVADE A UNIVERSIDADE”

Espaço de Arte da CDC (Coordenadoria de Desenvolvimento Cultural - Unicamp)

De 19 de maio a 2 de junho de 2010.

Abertura dia 19/05, às 13h00

Alan Souto Maior, Amorim, Bira Dantas, Bordalo Pinheiro, Bernardelli, Caio Yo, Cedraz, Clovis Lima, Edgar Franco, Emir Ribeiro, Eduardo Vetillo, Fabiano Carriero, Fernandes, Flávio de Almeida, Head (Fabrício), Hilton Mercadante, João Antonio Buhrer, João Guilherme (Jogul), Laerte, Leandro Doro, Marcelo Mantovani, Marcio Marchini, Mario Mastrotti, Matheus Moura, Matheus Mazzari, Mauricio Rett, Moretti, Morettini, Nei Lima, Nestablo Ramos Neto, Pacheco, Rice Araujo, Siqueira, Spacca, Toni d’Agostino, Uenderson, Will e William MR retratam, em caricaturas, o Mestre dos Mestres: Angelo Agostini.

As façanhas Agostinianas não são poucas não. Imagine que começou a publicar suas charges na década de 1860 (150 anos atrás). Sem os meios de reprodução gráfica competentes, sem internet, banca de jornal ou livraria especializada. Com uma sociedade atrasada, uma nobreza provinciana e escravagista; um sistema bancário, de imprensa e de correios ainda incipiente e a litogravura como a única forma de reproduzir suas charges e caricaturas. Agora imagine que apesar de tudo isso, um jovem de apenas 16 anos -recém-chegado da Itália- aos 21 fundaria um dos primeiros jornais ilustrados do mundo: O Diabo Coxo.

Este genial artista gráfico, criador de uma dos primeiros Quadrinhos do mundo (As Aventuras de Nhô Quim) em 30 de Janeiro de 1869, fundou os mais importantes jornais do Brasil na época (Diabo Coxo, O Cabrião, Revista Illustrada) e colaborou com inúmeros outros (O Mosquito, Vida Fluminense, Tico-Tico).

Suas charges eram lidas e discutidas por todos. Ele era realmente popular.
Infelizmente, morreu sem reconhecimento.
No começo deste ano (100 anos da morte do Mestre), a Escola de Arte Pandora tentou minimizar essa lacuna, e lançou o desafio de se caricaturar o Mestre da Charge-retrato, tudo exposto na Escola e neste Blog, que conta também com “Os Arquivos Incríveis” do pesquisador João Antonio Buhrer:
http://chargesbira.blogspot.com

Assim, provamos que temos memória e que um Mestre como Angelo Agostini não deve ser esquecido nunca!

Astros da seleção de Parreira viram heróis em quadrinhos

Dois dos principais jogadores da seleção sul-africana, os meias Teko Modise e Steven Pienaar viraram heróis de histórias em quadrinhos. Livros com as versões em desenhos dos dois atletas estão à venda em lojas de Joanesburgo. Há também um do ex-jogador Lucas Radebe, campeão da Copa das Nações Africanas com os Bafana Bafana em 1996 e capitão nas Copas do Mundo de 1998 e 2002.

Os livros são uma mistura de biografia com historinhas com os atletas como protagonistas. Há ainda depoimentos de outros jogadores e jornalistas sobre eles, além de desenhos contando como foram alguns jogos importantes. No de Pienaar, no final aparece ainda o jogador levantando uma taça bem parecida com a da Copa do Mundo.

Outro personagem dos quadrinhos, Lucas Radebe jogou pelos Bafana de 1992 a 2003 e é um dos maiores ídolos da história do Kaizer Chief, que divide com o Orlando Pirates o poder do futebol na África do Sul. O ex-zagueiro passou pelo Leeds United e acabou virando xodó da torcida. Tanto que uma banda de rock foi batizada de Kaiser (com s) Chiefs em sua homenagem na Inglaterra.

FONTE: GLOBO ESPORTE

terça-feira, 18 de maio de 2010

DC Comics comemora 75 anos com livro

A DC Comics anunciou nesta segunda-feira o lançamento de 75 Years of DC Comics: The Art of Modern Mythmaking, um livro comemorativo de seus 75 anos. A publicação sairá em parceria com a editora de livros Taschen, e será escrita por Paul Levitz.

Embora nem todos os detalhes da publicação estejam confirmados, sabe-se que ela terá mais de 650 páginas e mais de 1500 imagens, entre capas, páginas clássicas, fotos e outros materiais.

Ainda haverá uma linha do tempo da editora, e a biografia de seus mais proeminentes heróis, vilões, roteiristas e desenhistas. Não há data de lançamento confirmada até o momento.

A DC Comics é atualmente uma das maiores editoras de quadrinhos nos EUA, conhecida por ser a casa de famosos super-heróis como Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Liga da Justiça, entre outros. Junto com sua linha adulta, Vertigo e a linha Wildstorm, entre outras, oferece diversidade para todas as idades. A DC produz mais de oitenta títulos por mês e cerca de mil por ano. Também é uma das mais antigas empresas do ramo, com setenta e cinco anos de publicação contínua. Hoje em dia ela é um ramo da DC Entertainment, uma empresa maior que explora os personagens da DC em diversas mídias.

FONTE: HQ MANIACS

Coleção Clássicos da Literatura Disney chega às bancas


Segundo o site especializado em quadrinhos. Universo HQ, a Editora Abril lança, no dia 20 de maio, a coleção Clássicos da Literatura Disney.

A coleção celebra os 60 anos da primeira revista lançada pela editora: O Pato Donald. Ao todo são 20 volumes semanais, com preço de R$ 9,95 cada, que trazem histórias em quadrinhos já publicadas e aventuras inéditas dos personagens inspiradas em grandes obras da literatura mundial.

O primeiro volume, Os Três Mosqueteiros, traz como brinde uma réplica de O Pato Donald #1.

Confira a coleção completa:

1) Os Três Mosqueteiros

2) A Ilha do Tesouro

3) O Grande Teatro de Shakespeare

4) Os Cavaleiros da Távola Redonda

5) A Ilíada e a Odisséia

6) As Viagens de Marco Polo

7) Guilherme Tell

8) O Mágico de OZ

9) Guerra e Paz

10) Cruzadas

11) Dom Quixote

12) 20.000 Léguas Submarinas

13) A Divina Comédia

14) A Guerra dos Mundos

15) Viagem ao Centro da Terra

16) O Anel dos Nibelungos

17) O Conde de Monte Cristo

18) Os Miseráveis

19) As Viagens de Gulliver

20) Lendas do Futebol

FONTE: UNIVERSO HQ