quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Dicas sobre o uso de quadrinhos na sala de aula


Como faço ocasionalmente, dei uma olhada em novos textos publicados na internet sobre quadrinhos e ensino. Localizei um material interessante que pode ser incluído no planejamento de várias disciplinas em 2011.

Encontrei um texto muito bom sobre quadrinhos e ensino de matemática no blog Matemática Significativa. Vale a pena conferir o texto clicando aqui!

Ainda na área de exatas, um texto apresentado no XV Encontro Nacional do Ensino de Química fala sobre a produção de
Histórias em Quadrinhos. O tema é a produção de perfumes. Para ler e salvar o texto (em pdf) basta clicar aqui!

Na área de história, encontrei o texto de Marjory Cristiane Palmares (pdf), sobre Hqs e o ensino de história (
clique aqui).

Na revista A Margem, do departamento de letras da Universidade Federal de Uberlândia, temos o texto HISTÓRIA EM QUADRINHOS: UMA PROPOSTA DE ENSINO, que pode ser lido clicando aqui! Espero que gostem das dicas! Um bom ano de 2011!


UM FELIZ 2011


Desejamos a todos os nossos leitores e parceiros um ótimo ano novo. Que possamos continuar juntos em 2011 e expandir ainda mais o trabalho com gibis e educação. O ano de 2010 foi cheio de tropeços e dificuldades, mas sobrevivemos. Tivemos nossos bons momentos, que nos ajudaram a superar os obstáculos que surgiram no decorrer do ano.

Que 2011 seja um ano pleno de realizações para todos!

domingo, 26 de dezembro de 2010

Reencontro familiar em história em quadrinhos


O quadrinista gaúcho Allan Sieber pode até protestar, mas saiu ao pai, o também desenhista Jouralbo Sieber. Essa relação se assume de maneira explícita em ''Ninguém me Convidou'' (Conrad, 112 páginas, R$ 32,90), espécie de autobiografia organizada em formato de história em quadrinhos. O pai desenhou enquanto o filho desempenhou a função, um tanto deslocada, de ‘chefe'' (ou editor, como queiram). Caçula de seis irmãos, Allan, 38 anos, confessa no prefácio que o pai, 80, sempre foi um "estranho" na maior parte do tempo. "Para mim, Jouralbo sempre foi um ser ameaçador, não violento, mas era aquela coisa, uma figura paterna muito rígida. Alguém que eu temia mais do que o próprio Deus. Mas no final das contas não é esse o papel de um pai?", descreveu. Em 2006, o autor de ''Vida de Estagiário'' admitiu a si mesmo as virtudes do pai como contador de histórias e resolveu entrevistá-lo. A ideia era relembrar (e até confirmar), fatos que colecionava desde a infância. De quebra, ainda se aproximar do pai, já que, se não ficou claro, mantinha bastante distância. Em três anos, gravou aproximadamente dez horas de conversas em que Jouralbo exibia sua memória prodigiosa a própria história - e muito da criação editorial e publicitária de Porto Alegre. E causos não faltam a Jouraldo, que esteve em atividade como desenhista entre 1940 e 1990.

Leia o restante da matéria clicando aqui!

sábado, 25 de dezembro de 2010

MINICURSO DE SIMPÓSIO TEMÁTICO SOBRE QUADRINHOS: INSCRIÇÕES COMEÇAM EM JANEIRO



Atenção, as inscrições para os Minicursos e Simpósios Temáticos do XXVI SIMPÓSIO NACIONAL HISTÓRIA ANPUH 50 anos, que acontecerá em São Paulo, entre os dias 17 a 22 de julho de 2011, na Universidade de São Paulo (USP), terão início no dia 01 de janeiro. A inscrição para minicursos acontecerá entre os dias 01 de janeiro a 30 de junho. As inscrições de trabalhos nos Simpósios Temáticosacontecerão de 01 de janeiro a 21 de março de 2011.

Para conferir as opções e fazer as inscrições, é só ir ao site oficial do evento (clique aqui).

Mas como propaganda é a alma do négócio, confiram nosso Minicurso e o Simpósio Temático sobre quadrinhos e história que será ministrado em parceira com o Observatório de Histórias em quadrinhos. Para conferir o minicurso clique aqui. Para conferir o ST, clique aqui!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL PARA TODOS!!




Queridos leitores e parceiros da nossa Gibiteca,

Desejamos a todos um Natal de muita luz, onde a alegria de estar em família ou entre amigos queridos inunde seus corações.

FELIZ NATAL!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

BOAS FESTAS COM A TURMA DO XAXADO!

Natal inspira capas bizarras nos quadrinhos de super-herois

O homem de aço usa sua super-força para ajudar o rechonchudo Papai Noel a descer chaminé em 1947

Com seus enredos muitas vezes sombrios e violentos, as histórias em quadrinhos de super-herois talvez não sejam tão apropriadas para as amenas e reconfortantes histórias de Natal.

Mas como parece que, nesta época do ano, tudo deve ter um tema natalino, com o passar dos anos personagens como o Super-Homem, Homem-Aranha, Batman, Mulher-Maravilha, Justiceiro, Wolverine e o grupo X-Men tiveram especiais de Natal. A revistaMaxim elegeu em seu site as dez capas de revistas de super-herois com temática natalina mais bizarras.

Em várias delas, o Papai Noel aparece em versões entre o constrangedor e o violento. Numa edição de 1947, o rechonchudo bom velhinho entala na chaminé, e o Super-Homem usa sua super-força para empurrá-lo para baixo. Numa edição do Homem-Aranha, ele aparece como um assassino de pistola na mão, óculos escuros e fumando um cigarro.

Confira na galeria de fotos as dez capas natalinas mais bizarras das HQs.

PUBLICADO NO TERRA

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Quadrinista faz sucesso no exterior


Fã de super-heróis, amante do interior e com a família envolvida no universo das histórias em quadrinhos (HQs) e de seus personagens. Assim é rotina do artista de HQ Irapuan Luiz, 40 anos, desde 2003, quando decidiu investir completamente na carreira. “Desenho desde que me conheço por gente, mas há sete anos é que consegui me estruturar para viver e sobreviver dos quadrinhos”, conta. A esposa, Michelle Fiorucci, 35 anos, e o filho, Adriano Fiorucci, o ‘Didi’, 13, não apenas apoiam como também ‘respiram’ este dia-a-dia de Irapuan em Palmeira, cidade que escolheram para viver em 2006.

A família curitibana encontrou no município dos Campos Gerais a realização do sonho de deixar a capital por um lugar mais ‘sossegado’. “A Michelle sempre dizia que era uma boa opção. Seus avós já moravam em Palmeira e, sempre que visitávamos a cidade, ficávamos fantasiando esta mudança”, lembra. E a opção pelo interior só trouxe bons frutos. Irapuan tem sido requisitado para ilustrar revistas e sites. “Comecei a batalhar na área acessando sites e conhecendo pessoas interessantes no meio. Hoje, meu trabalho está muito focado no mercado dos Estados Unidos”, explica.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO JORNAL DA MANHÃ

DreamWorks vai transformar gibi Maintenance em animação


“Maintenance”, de Jim Massey e Robbi Rodriguez. A história em quadrinhos, indicada ao Harvey Awards de 2008, é publicada pela mesma editora que lançou “Scott Pilgrim”, a independente Oni Press, e seus direitos já tinham sido comprados pela Warner, que os deixou expirar por não ter produzido o filme.

A Warner pretendia adaptar a revista em um filme em live-action, já a Dreamworks pretende transformar os quadrinhos em uma animação.

A história acompanha dois zeladores que trabalham na TerrorMax Inc, o maior centro científico de pesquisa para super-vilões do mundo. Os dois precisam fazer tarefas bem estranhas, além de aguentar as broncas de seus chefes, um coletivo de cientistas malucos.

O enredo, de fato, combina mais com uma animação do que uma comédia com atores reais. E desenhos com supervilões estão na moda, veja-se “Meu Malvado Favorito” e “Megamente”, ambos lançados em 2010.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO PIPOCA MODERNA

Conheça os criadores das HQs da Revista Preliminar Vasco


As histórias em quadrinhos (HQs) que viraram marcas registradas na Revista Preliminar Vasco, desde 24 de outubro, na partida contra o Flamengo, são trabalhos muito bem produzidos por pessoas que entendem muito quando o assunto é Vasco. Brenno Dias, de 22 anos, e Denis Melo, 21, são os autores dos quadrinhos. Em entrevista ao site oficial do Vasco, eles falaram sobre toda a preparação necessária para levar ao torcedor vascaíno as histórias, que relembram momentos importantes na trajetória cruzmaltina.

Brenno contou como como surgiu a ideia de fazer esse tipo de trabalho, época em que os rapazes ainda nem colaboravam com aPreliminar.

Leia o restante da matéria clicando aqui!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Origem dos super-heróis


As histórias em quadrinhos nem sempre foram tão complexas quanto as atuais produções encontradas nas bancas e livrarias. Antes de se transformar em uma grande indústria do entretenimento, as ‘revistinhas'' se preocupavam apenas em divertir os jovens leitores que as compravam por poucos centavos.

O nascimento dos super-heróis marca o início da saga das HQs como as conhecemos e uma grande parcela de toda sua trajetória se deve ao pioneirismo da DC Comics. A história da editora norte-americana é mostrada na minissérie especial Coleção DC 75 anos, dividida em quatro partes e que apresenta em seu primeiro volume A Era de Ouro (Panini, R$ 17,90, 148 páginas).

Esse período dourado das histórias em quadrinhos é datado do fim da década de 1930 até meados dos anos 1940, ao fim dos combates da Segunda Guerra Mundial. A fase tem como seu grande primeiro ato o lançamento da revista Action Comics em junho de 1938, que estampava em sua capa o primeiro super-herói do mundo : Superman. As aventuras do personagem criado por Jerry Siegel e Joe Shuster logo se tornou um grande fenômeno entre os jovens dos Estados Unidos. Detalhe para os poderes apresentados pelo Último Filho de Krypton, que ainda não podia voar, mas era capaz de saltar sobre os maiores edifícios existentes.

O objetivo da Coleção DC 75 anos é dar oportunidade a atual geração de leitores para que tenham contato com os primeiros passos dos contos que tanto amam. Em A Era de Ouro, a Panini reúne em formato norte-americano as primeiras histórias de grandes ícones do universo das HQs.

PARA LER O RESTANTE DA MATÉRIA, CLIQUE AQUI!

Projeto de integração infanto-juvenil leva Turma da Mônica para países do Mercosul


Projeto lançado na quinta-feira (16), em Foz do Iguaçu (PR), vai integrar um milhão de crianças com idade entre oito e 13 anos por meio de uma história em quadrinhos da Turma da Mônica. A revista Turma da Mônica – Amizade Sem Fronteiras, será distribuída para os países que integram o Mercosul. A publicação, desenvolvida com o apoio da Itaipu Binacional, da Secretaria-Geral da Presidência da República e do Ministério das Relações Exteriores (MRE), será editada em português, espanhol e guarani.

A próxima etapa do projeto é colocar no ar um site com atualização diária de assuntos que têm como público alvo as crianças. Após a cerimônia de lançamento da revista, Maurício de Sousa, autor das histórias da Turma da Mônica, lançou um desafio aos desenhistas sul-americanos: “Minha proposta é estimular o aparecimento de novos desenhistas para que possam contracenar com a Turma da Mônica neste projeto de integração sul-americano. Quero convidar os desenhistas das nações vizinhas para a conquista deste mercado”, afirmou.

O projeto serve como incentivo à prática do bom relacionamento infanto-juvenil entre crianças de diferentes nacionalidades.

“Estamos colaborando com nossa técnica, nossa arte e alguns personagens para que possam chegar o mais rapidamente às crianças, pois a história em quadrinhos e o desenho animado passam mensagens muito rápidas.” Maurício de Souza.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO PANTANAL NEWS

Casa da Cultura recebe exposição sobre Histórias em Quadrinhos


A Casa da Cultura de Porto Feliz recebe uma exposição sobre a trajetória dos quadrinhos nacionais e internacionais. A mostra “A História das Histórias em Quadrinhos”, realizada pela Secretaria do Estado da Cultura, por meio do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), apresenta alguns personagens e séries antigas que marcaram crianças e jovens e continuam queridos entre colecionadores e fãs.

Na exposição, o curador Álvaro Moyá relaciona a produção artística de todas as HQs ao contexto histórico que originou sua criação e caracteriza os detalhes de traços e os argumentos usados pelos desenhistas na concepção de seu trabalho. Também aponta a expansão comercial que os quadrinhos obtiveram ao longo do tempo e fez com que, de tiras de jornais, se transformassem em revistas próprias e em muitas outras mercadorias.

A exposição é produzida pela Unidade de Fomento e Difusão de Produção Cultural (UFDPC) e realizada em parceria com a ACAM Portinari.

Serviço

Exposição A História das Histórias em Quadrinhos

Data: 21 de dezembro de 2010 a 05 de janeiro de 2011

Hora: das 8 às 17 horas

Local: Casa da Cultura “Narcisa Stettener Pires” - rua Tristão Pires, nº 123, centro.

Entrada gratuita

Sistema Estadual de Museus

O SISEM-SP reúne e articula todos os museus do Estado em busca de promover o desenvolvimento e fortalecimento institucional. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria de Estado da Cultura (UPPM) e atualmente reúne cerca de 502 instituições, públicas e privadas, de 159 municípios. Entre as principais ações do SISEM, está a realização de exposições itinerantes e de estudos detalhados sobre cada museu e cidades onde estão localizados. O SISEM promove, ainda, programas de formação, capacitação e aperfeiçoamento técnico de profissionais, além de convênios entre os museus do Estado e instituições nacionais e internacionais, com o objetivo de aprimorar e valorizar as próprias instituições e seus acervos.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO ITU.COM.BR

Estaremos aqui nas férias!


O blog estará sendo atualizado nas férias, mas menos de frequência. Toda semana termos novas notícias, mas sem aquele compromisso diário até porque nossos leitores também precisam de um descanso (curtir uma praia, uma piscina, ou mesmo ficar largado na frente da televisão vendo um bom filme).


Aliás, eu também sou filha de Deus e estou entrando oficialmente em férias esta semana.

Um bom descanso para todos!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Curso de Quadrinhos com Eddy Barrows


Estão abertas as inscrições para o workshop de quadrinhos, ministradoEddy Barrows (Superman), que ocorre em janeiro de 2011, na escolaImpacto Quadrinhos. O curso, intitulado Como Ser um Profissional de HQs, está marcado para o sábado dia 29, das 10 as 15:30hs. O investimento é de R$ 150,00 – R$120,00 para matrículas até 31 de dezembro. As aulas serão na unidade Rio de Janeiro da Impacto Quadrinhos, localizada na Rua Mena Barreto, 35 , bairro Botafogo. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (21) 2471-9547. Mais informações aqui.

POSTADO ORIGINALMENTE NO BIGORNA

Palestra sobre quadrinhos independentes com Alex Mir


Neste sábado, 18 de dezembro de 2010, o quadrinhista e escritor Alex Mir ministrará uma palestra sobre quadrinhos independentes no Instituto Arte & Imagem (Rua Santos Dumont, 11, Centro, Mauá/SP), a partir das 9h.

O editor das revistas Tempestade Cerebral e Defensores da Pátriafalará sobre o quadrinho independente, desde a ideia até a publicação, seja impresso ou na internet, além de debater com o público sobre o mercado nacional de quadrinhos.

O autor utilizará como exemplo prático seus trabalhos já publicados e outros trabalhos independentes.

A palestra é gratuita e as vagas são limitadas. Inscrições podem ser feitas pelo telefone 0XX-11-4516-1092.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO UNIVERSO HQ

A sedução dos inocentes


Em novo livro, o jornalista Gonçalo Junior recupera um dos capítulos da história dos quadrinhos no Brasil: quando as editoras apostaram em material nacional

Ao ver bancas de revista e comic shops tomadas por títulos japoneses e norte-americanos, é difícil imaginar que o mercado das histórias em quadrinhos um dia foi, também, brasileiro. Artistas de qualidade e projetos nunca faltaram. Contudo, há muito não se emplaca um sucesso comercial de um título nacional.

Daí a estranheza quase kafkiana que provoca a leitura de "Maria Erótica e o Clamor do Sexo", de Gonçalo Junior. O livro é a sequência do clássico instantâneo "Guerra dos Gibis" (2004), reportagem historiográfica sobre o boom do negócio dos quadrinhos no Brasil, de meados dos anos 1930 às vésperas do golpe militar de 1964. Os protagonistas: dois gigantes do mercado editorial brasileiro, os jornalistas Adolfo Aizen (criador da extinta Ebal) e Roberto Marinho (do grupo Globo).

PARA LER O RESTANTE DO ARTIGO CLIQUE AQUI

Premiados vencedores dos Concursos da Semana de Ciência e Tecnologia

Cerca de 40 pessoas entre estudantes e professores da Rede Pública de Ensino participaram da solenidade de entrega da premiação aos vencedores dos concursos da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2010. O evento aconteceu nesta segunda-feira, 13, no gabinete da Secretaria de Ciência e Tecnologia, em Palmas.

Receberam a premiação os vencedores dos concursos de Curta-metragem, Histórias em Quadrinhos, Maquete e Desafio Tecnológico, este último realizado na cidade de Araguaína região Norte. Todos os trabalhos foram desenvolvidos a partir do tema, “Ciência para o Desenvolvimento Sustentável”.

Ao anunciar os melhores trabalhos a secretária Estadual de Ciência e Tecnologia Márcia Barbosa, destacou a importância da pasta para o desenvolvimento do Estado Tocantins e, que a juventude tocantinense precisa de oportunidades para desenvolver os seus talentos. “A cada ano a gente percebe a motivação das pessoas que participam da “Semana” e, a secretaria, com essa iniciativa, espera ampliar as oportunidades para que os alunos possam despertar e mostrar os seus talentos. Nossos jovens são criativos e precisam é de oportunidades como esta”, pontuou a secretária.

A equipe do Colégio Militar de Palmas foi à vencedora do concurso de Curta-metragem, com o vídeo ”Sustentabilidade com Telhado Branco”. O aluno Tito Cirilo, integrante da equipe, explica que “este vídeo foi produzido a partir de uma pesquisa desenvolvida fora do Brasil que mostra que a utilização do telhado branco pode diminuir a temperatura de uma cidade. A idéia é baixar a temperatura da capital a partir telhado branco. E com essa premiação nós queremos desenvolver outros projetos na área de sustentabilidade”, disse Cirilo.

Os concursos foram realizados durante a sétima edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Tocantins, que aconteceu no período de 18 a 24 de outubro. Os estudantes vencedores e os professores orientadores receberam netbooks (1º lugar), aparelhos de Mp6 (2º e 3º lugares).

PUBLICADO ORIGINALMENTE EM O GIRASSOL

Lei restringe mangá com cenas sexuais 'extremas' em Tóquio


A Assembleia Metropolitana de Tóquio aprovou nesta quarta-feira (15) uma lei que proibirá, a partir de julho de 2011, a venda na cidade de mangás com cenas sexuais "extremas" aos menores de 18 anos, causando polêmica sobre liberdade de expressão.

A norma determina à indústria do mangá (histórias em quadrinhos japonesas) que previna que os menores de idade adquiram ou tenham acesso a material explícito sobre incesto, estupro e outros crimes sexuais.

A partir de 1º de julho do próximo ano, as editoras deverão proibir a venda aos menores das histórias em quadrinhos que forem qualificadas pelo Governo metropolitano de "livros doentios" por seu conteúdo sexual, informou a agência local "Kyodo".

A medida suscitou forte polêmica na indústria da história em quadrinhos, para quem a medida significa censura à liberdade de expressão e à criatividade dos desenhistas.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO G1

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Zero Hora lança concurso de histórias em quadrinhos para gaúchos

O jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul, seleciona histórias em quadrinhos para serem publicados no Segundo Caderno em janeiro e fevereiro de 2011. O concurso cultural Tiras de Verão foi lançado no último sábado, 11 de dezembro, com inscrições disponíveis no site do jornal.

Para participar, os candidatos devem enviar tiras inéditas até o dia 21 de dezembro. O concurso quer revelar novos talentos do quadrinho gaúcho.

Os participantes devem preencher os dados e anexar uma tira, em tamanho e formato específicos que constam no regulamento, com qualquer tipo de HQs: cômicas ou de aventura, com personagens humanos ou bichos falantes, coloridas ou em preto e branco.

Os trabalhos serão avaliados por uma comissão do Segundo Caderno e da equipe de artistas gráficos do Zero Hora. Serão escolhidos dois vencedores.

POSTADO ORIGINALMENTE NO UNIVERSO HQ

Lançamento Estudos sobre História em Quadrinhos


A editora Marca de Fantasia lança mais um livro para enriquecer a bibliografia básica sobre HQs. Desta vez é a obra, Estudos sobre História em Quadrinhos, escrita por Edgard Guimarães – pesquisador e editor do fanzine Q.I. Para o autor, “este volume apresenta um estudo amplo sobre a História em Quadrinhos, inicialmente voltado para o meio acadêmico, mas numa linguagem acessível a todo interessado por esta forma de expressão e comunicação”.

O livro reúne artigos sobre produção, divulgação e distribuição de edições independentes de HQ, análise sobre a Crítica de Arte e a Crítica de Histórias em Quadrinhos, Narrativa e corte psicodélicos nas Histórias em Quadrinhos,História em Quadrinhos como Instrumento Educacional, Linguagem e Metalinguagem na História em Quadrinhos, dentre outros temas.

Estudos sobre História em Quadrinhos possui 169 páginas, formato em PDF e custa R$ 5,00. Para ver uma amostra do livro clique aqui e aqui para mais informações e saber como adquiri-lo.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO BIGORNA

Banda The Kill Corps terá HQ pela Image


A banda de metal The Kill Corps está se preparando para lançar o seu primeiro álbum em meados de 2011 e eles trarão seu som também para os quadrinhos por meio de uma edição especial que será publicada pela Image Comics em março do ano que vem.

As histórias, todas inspiradas pelas músicas da banda, são escritas por Jim Krueger e desenhadas por Ben Templesmith e Dennis Callero. O roteiro mostra um grupo de mercenários que, acidentalmente, se torna instrumento de destruição de uma entidade maligna que pretende dominar a humanidade. Esse grupo tem então que lutar em um mundo estranho pela sua liberade e para salvar o planeta.

The Kill Corps, com 32 páginas, terá um código para que o primeiro single do disco, chamado Save Me, possa ser baixado. A versão de 48 páginas, trará um código para baixar o primeiro EP completo, com quatro músicas, além de artes conceituais e imagens bônus desenhadas por Templesmith e Calero.

A Image Comics foi fundada em 1992, por artistas em ascensão na época, como Jim Lee e Todd McFarlane, que abandonaram as grandes casas nas quais trabalhavam para criar uma empresa onde os direitos dos personagens pertencessem a seus criadores. Entre seus títulos de maior destaque, estão Spawn, Savage Dragon, Witchblade, Os Mortos-Vivos e Invencível.

POSTADO ORIGINALMENTE NO HQ MANIACS

Recife tem três lançamentos independentes em destaque


Nesta quarta-feira, 15 de dezembro, acontece o lançamento "três em um" de quadrinhos nacionais, no Espaço Aurora Filmes (Rua da Aurora, 987), em Recife/PE, a partir das 19h.

Será lançada a revista Do Além #1, produção de terror da PADA - Produtora Artística de Desenhistas Associados.

Quem comparecer ao evento confere a nova edição da revista Prismarte, de número #54, também da PADA.

E ainda o segundo número da revista Space Opera, editada por Leonardo Santana e publicada pelaJúpiter II.

Os responsáveis vão recolher brinquedos e alimentos não perecíveis para serem doados para aONG Amigos do Nordeste.

Vale a pena prestigiar essa festa do quadrinho nacional independente.

POSTADO ORIGINALMENTE NO UNIVERSO HQ

Alunos do EJA expõem na Casa da Cultura

A Escola Estadual São José, no bairro Califórnia em Passos, está encerrando o ano de 2010 com um saldo positivo, ao desenvolver sete projetos pedagógicos que mobilizaram a comunidade escolar. “Nossa escola mostrou que faz jus ao título de Escola Viva”, comemorou o diretor Caetano Ingraci, referindo-se ao programa “Escola Viva, Comunidade Ativa”, do qual o estabelecimento faz parte.Dos sete projetos realizados em 2010, cinco estão ligados à disciplina de Língua Portuguesa e dois às disciplinas de História e Artes.

Três projetos foram desenvolvidos pelo professor e jornalista José dos Reis Santos – o Projeto Rádio Escola (composto de nove programas de rádio, os quais foram apresentados durante o recreio dos turnos noturno e matutino e, atualmente, em exibição na Rádio Nossa Missão); o Projeto de Contos e Crônicas e o Projeto de História em Quadrinhos (HQ). Os dois últimos resultaram no livro “Pequenas Histórias do Cotidiano”, projeto este apoiado pelo Sindicato dos Eletricitários de Furnas e DME (Sindefurnas). Os professores de Língua Portuguesa do turno vespertino, coordenados por Cláuvia Mariano dos Santos e Antonino Fonseca, trabalharam o Projeto “Quem Não Lê, Não Escreve”, que teve por objetivo estimular a leitura e melhorar o domínio da escrita. Outra professora da mesma área, Gilza Mendes, conduziu o Projeto do Jornal “Fala José”, com textos produzidos por alunos de suas turmas.

Já os professores Fabiano Amorim Costa (História) e Adriana Polez (Artes) coordenaram o Projeto de Vídeo “O Anel”, que ficou em segundo lugar no Festival de Vídeo Selton Mello, promovido pela Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP). Por fim, os professores Fabiano Amorim, Fátima Reis e Maria Cândida Brandão Farjalla coordenaram o Projeto Viagem Cultural ao Circuito das Cidades Históricas de Minas.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO CORREIO DOS LAGOS

QUADRINHOS NO ENCONTRO DA ANPUH DE 2011


Eu e Valéria Fernandes tivemos nosso minicurso aprovado para o Encontro Nacional da ANPUH de 2011, que vai comemorar os 50 anos da instituição. O evento será realizado na USP.

Histórias em quadrinhos: pesquisa e ensino

Coordenadores: NATANIA APARECIDA S NOGUEIRA (Pós-graduado(a)/Especialista - Secretaria Municipal de Educação de Leopoldina), VALERIA FERNANDES DA SILVA (Doutor(a) - Faculdade Teológica Batista de Brasília)
Ementa: Esta proposta é resultado de um trabalho que vem sendo realizado há alguns anos pelas proponentes nas instituições nas quais lecionam e em comunicações científicas apresentadas em diversos eventos. Ela parte do princípio de que as Histórias em Quadrinhos são uma mídia ainda pouco explorada como fonte de pesquisa e de ensino de História. Acreditamos que as Histórias em Quadrinhos são produto de uma determinada época e possibilitam discutir e refletir sobre o contexto que o produziu, assim como discutir os períodos históricos que buscam retratar. Examinaremos as possibilidades de pesquisa com quadrinhos, em História do Brasil dentro do recorte que vai de 1869 – ano da publicação da primeira HQ – até a década de 1970; e em História Geral através de HQs produzidas em várias partes do mundo – EUA, França, Japão – e que se proponham a discutir períodos ou eventos específicos, como a Revolução Francesa.

Também foi aprovado um Simpósio Temático sobre quadrinhos e história

História e Quadrinhos: pesquisa e ensino em História e as interações com a nona arte

Coordenadores: GÊISA FERNANDES D´OLIVEIRA (Doutor(a) - Observatório de Histórias em Quadrinhos/USP)
Resumo: Discutir as relações entre História e a linguagem das Histórias em Quadrinhos, enfocando aspectos como: ensino, fidelidade histórica, tensão entre ficção e realidade, registro histórico e registro ficcional. Esta proposta será dividida nos seguintes subtemas:

• Tudo é História (em quadrinhos)? - Registro histórico e ficção
• Quadrinho é documento? - Histórias em quadrinhos como fonte de pesquisa em História.
• Fidelidade histórica e quadrinhos
• História, HQs e Estudos Culturais
• A nova História (em quadrinhos) - HQs e práticas sociais
• HQs e o ensino de História: propostas, usos, experiências
• Os donos da história: como as HQs foram usadas em diferentes conflitos históricos
• História das histórias em quadrinhos: novas abordagens
• Quem conta um quadro...: HQs e os novos recursos didáticos para o ensino de História

Para mais informações sobre o evento, clique aqui!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Para o alto e avante!


As histórias em quadrinhos logo adotaram a figura do herói em suas produções. Na nona arte, exageraram-se
os poderes e feitos dos personagens

No início, antes mesmo de serem batizadas, as histórias em quadrinhos traziam, predominante, enredos de humor. Ainda estavam muito próximas das charges políticas e das caricaturas. Quando seus editores perceberam que o público massivo daquela linguagem era o infantil, passaram a investir em outros gêneros já consagrados entre os pequenos leitores. Foi aí que a figura do herói chegou às páginas dos gibis.

No início, não era mais que uma tradução visual dos protagonistas de histórias de aventuras e de personagens da literatura pulp (publicações vendidas por preços irrisórios em bancas de jornal, com contos de terror, policial, aventura e fantasia). O herói da ciência Buck Rogers nasceu nos pulp e depois migrou para as HQs. O quadrinista Alex Raymond criou Flash Gordon para concorrer com ele, e levava além as aventuras espaciais. Tarzan, que havia estreado na literatura em 1912, debutou nas tirinhas 17 anos depois.

PARA LER O RESTANTE DA MATÉRIA, CLIQUE AQUI!

O livro mais importante da carreira de Ziraldo


Gonçalo Junior
Agência BOM DIA

Os fãs de Ziraldo não podiam esperar um Natal melhor. E quem não se encaixa nesse grupo, pode agora tomar contato com a essência de sua importante obra em dois lançamentos históricos em todos os sentidos. O cartunista e escritor faz noite de autógrafos nesta segunda-feira em São Paulo do álbum "Só Dói Quando Rio - Treze Anos Daqueles Tempos Contados pelo Humor de Ziraldo" (Editora Globo) que, conforme disse ao BOM DIA, é o livro mais importante de sua vida.

Também chega às livrarias a caixa "50 Anos da Turma do Pererê", com três volumes de coletâneas de quadrinhos e um brinde arqueológico: o fac-simile do primeiro número do gibi do personagem, publicado pela extinta editora carioca O Cruzeiro, em outubro de 1960 (leia mais ao lado).

Na entrevista a seguir, o incansável artista, de 78 anos, relembra o tempo em que infernizou a ditadura militar com suas charges demolidoras no semanário "O Pasquim", ícone de resistência do jornalismo ao regime militar, lançado em junho de 1969.

Leia o restante da matéria, clicando aqui!

Guia dos Quadrinhos: 15 mil capas


O Guia dos Quadrinhos chega ao marco de 15 mil capas publicadas. Ao todo são mais de 76 mil edições cadastradas, 562 editoras e quase 70 mil histórias no ar. De acordo comEdson Diogo, criador do site, isso faz com que esse seja o maior acervo de quadrinhos da internet ponto com ponto br.

"Com as 15 mil capas, o Guia dos Quadrinhos é o maior acervo de capas de quadrinhos publicados no país. É um feito e tanto, principalmente levando-se em conta que todas as imagens foram tratadas. O grande objetivo desse projeto é resgatar, preservar e divulgar a memória dos quadrinhos", afirma Edson Diogo, criador do site e do Mercado de Pulgas HQ.

Esse sucesso não seria possível sem a ajuda dos internautas, que têm agora novas ferramentas para atualizar o site. Dentre elas clonar texto, artistas ou personagens para outras histórias, pesquisar personagens pelo nome original, novo link para envio de capas, campo para cadastro de edição original nacional e muito mais.

Para contribuir com o Guia dos Quadrinhos basta realizar um cadastro simples e não precisa pagar nada. Saiba mais sobre o projeto e participe aqui.

POSTADO ORIGINALMENTE NO BIGORNA

Roteirista de The Walking Dead vai adaptar outra HQ para a TV


Charles Eglee (ex-produtor de “Dexter”) foi demitido na semana passada da equipe de roteiristas da série “The Walking Dead”. Sabe-se lá porquê. A boa notícia é que ele já arranjou um novo trabalho e novamente será uma adaptação de quadrinhos para a televisão.

Segundo o Vulture, Eglee está em negociações com o canal pago FX e a Sony Pictures Television para assumir o roteiro e produção da série “Powers”, adaptação para a televisão da história em quadrinhos criada por Brian Michael Bendis e Michael Avon Oeming.

O FX anunciou a adaptação ano passado, mas só agora o projeto vai sair do papel. Brian Michael Bendis confirmou no seu twitter que a sua história em quadrinhos vai finalmente virar série.

“Ok, eu raramente faço isso, mas os rumores que chegaram à internet sobre ‘Powers’ na TV são verdadeiros. É um fato consumado!”

A história premiada com o Eisner (o Oscar dos quadrinhos) acompanha uma dupla de policiais, Christian Walker e Deena Pilgrim. Eles trabalham na divisão de homicídios da polícia de uma cidade cheia de super-heróis e vilões.

É mais uma série de super-heróis que chega à TV, refletindo o sucesso do gênero no cinema.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO SITE PIPOCA MODERNA

Lançamento de 'O Cabra' em SP


Reconhecido nacional e internacionalmente, o cartunista e quadrinhista Flávio Luiz lança em dezembro seu novo trabalho "O Cabra", uma história em quadrinhos no estilo graphic novel com temática adulta, roteiro e arte dele mesmo e cores de Artur Fujita.

A HQ traz uma aventura nordestina futurista, que mistura ficção científica, cordel, mangá e faroeste caboclo. O lançamento aconteceu no dia 10 de dezembro, em São Paulo. Em janiero, haverá lançamento do livro no Rio de Janeiro (RJ) e em Salvador (BA).

A divulgação conta com um teaser animado realizado por Eduardo Brandão, com trilha sonora de Kezo Nogueira. Para assistir, cliqueaqui.

Num futuro incerto e pós-apocalíptico, a terra é um planeta quase desértico. A água potável é privilégio de poucos. Este é o cenário em que se passa a história de Severino, vulgo O Cabra, um fora da lei cujo bando foi dizimado no dia do seu casamento.

Numa aventura cheia de surpresas e traições, Severino terá que enfrentar o poder que se disfarça de benevolência. Pior que encarar os inimigos, será dar de cara com a verdade, que por tanto tempo não conseguiu enxergar.

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO TOUPEIRA