quinta-feira, 26 de junho de 2008

Imigração Japonesa: Lançamento de Lendas do Japão

Com as comemorações dos cem anos da imigração japonesa, o interesse pelas histórias japonesas também tem aumentado no Brasil. Como todo povo com vasta história, os japoneses têm seus tradicionais contos, que fazem parte e refletem as origens e o desenvolvimento da nação. No Brasil, este ano, temos visto muitos projetos literários ligados à cultura japonesa sido colocados em prática.

Um exemplo disso é que, hoje, na livraria Curitiba do shopping Estação, na capital, o ilustrador de O Estado e da Tribuna do Paraná, jornalista, poeta e escritor, Cláudio Seto, estará lançando o livro Lendas trazidas pelos imigrantes do Japão, pela Devir Livraria, de São Paulo.

A obra reúne quinze lendas japonesas que Seto publicou no jornal Nippo Brasil, também do estado de São Paulo. O jornalista, nascido em 1944, é filho de japoneses. Ele revela que as lendas publicadas lhes foram contadas por seus avós, que vieram para o Brasil para montar uma fábrica de saquê.

As narrativas transpostas por Seto são conhecidas como mukashi banashi (ou histórias antigas) e têm forte ligação com as tradições daquela nação. Durante a era Heian (794 a 1192), monges cegos cruzavam o Japão cantando as lendas em forma de prosa ao som de um instrumento musical típico da região chamado biwa. Nas páginas de Lendas do Japão são conhecidos personagens da mitologia, criada em alguns dos livros mais antigos do país, datados do século VIII.

Cláudio Seto é pioneiro na introdução do estilo mangá (quadrinhos japoneses) no Brasil, tendo sido, na década de sessenta, responsável pelas revistas O Samurai e Ninja - O Samurai Mágico, com desenhos e textos de sua autoria. Já participou de diversas exposições coletivas de artes plásticas, cartuns, fotografias e ilustrações no Brasil e de mostras de quadrinhos na Itália, França, Japão e Alemanha.

Por sua história ligada aos quadrinhos, ele será o homenageado na 20ª edição do prêmio HQmix, no dia 23 de julho.

Outros dois lançamentos comemorativos trazem diferentes visões de elementos da nação nipônica. No antropológico Os japoneses, da editora Contexto, Célia Sakurai conta um pouco sobre a história, a cultura, a religião, os costumes típicos da nação oriental, além de um capítulo especial sobre a imigração e os laços formados entre brasileiros e nipônicos. Já o infantil Japonesinhos, da Peirópolis, que tem versos do poeta paulistano Lalau e ilustrações da carioca Laurabeatriz, chega às livrarias esta semana, com uma apresentação da fauna japonesa em forma de poesia (leia boxes).

Fontes

http://www.correiodabahia.com.br/folhadabahia/noticia.asp?codigo=156272
http://www.bigorna.net/index.php?secao=noticias&id=1214410894

Um comentário:

Ganbare! Fansub disse...

Nós do Ganbare! fansub indicamos o seu blogger para o Prêmio Dardos. O trabalho de divulgação de vocês é muito bom.

Cheetara