terça-feira, 30 de março de 2010

Charges e caricaturas curitibanas em exposição na Casa Romário Martins

Depois de passar por obras de restauração, a Casa Romário Martins (Largo da Ordem, 30, Curitiba/PR) reabriu com uma exposição e lançamento de um boletim que retrata o universo das charges e caricaturas em Curitiba na primeira metade do século passado.

Factos da actualidade: Charges e caricaturas em Curitiba, 1900 - 1950, escrito pelas pesquisadoras Aparecida Vaz da Silva Bahls e Mariane Cristina Buso, é uma edição especial da série Boletim Casa Romário Martins, publicada pela Fundação Cultural de Curitiba. Ele apresenta o resultado de pesquisas iniciadas em 2006, com o resgate de um rico material que retrata uma época pelo traço de importantes chargistas.

São mais de setecentas imagens, tendo como ponto de partida as obras de João Pedro, o Mulato. O trabalho desdobrou-se nas charges e caricaturas das revistas, culminando com as criações de Alceu Chichorro.

A exposição tem o mesmo nome do boletim e faz um recorte da publicação. São 108 imagens distribuídas em dez painéis que versam sobre os diversos temas discutidos na sociedade curitibana daquele período, como anticlericalismo, modernidade, política, condição da mulher e problemas de infraestrutura urbana.

O material foi pesquisado principalmente no acervo da Fundação Cultural de Curitiba, nas revistas de época e nos desenhos originais criados por Alceu Chichorro, os quais destacam a Segunda Guerra Mundial, a política nacional e estadual e a visão que o artista tinha sobre a mulher. Duas vitrines deixam expostas à apreciação do público 14 obras originais desse material.

Para outras informações, clique aqui.

FONTE: UNIVERSO HQ

2 comentários:

Vanessa G. Vieira disse...

Muito interessante! Adorei a postagem!

Natania Nogueira disse...

Que bom! Obrigada pelo comentário!
:-)